pesca esportiva pesca esportiva

O que é pesca esportiva?

6 minutos para ler

A pesca esportiva ainda não é tão grande no Brasil como em outros países. Estima-se que haja em torno de 6 milhões de praticantes, porém apenas 500 mil regulamentados com licença. Apesar disso, o setor movimenta em torno de R$1 bilhão anualmente no país, de acordo com o levantamento do Sebrae.

Mas você sabe exatamente o que é pesca esportiva e por que essa modalidade é tão importante? Siga a leitura e entenda melhor!

O que é e qual o objetivo da pesca esportiva?

A pesca esportiva ou pesca recreativa é aquela praticada como uma atividade de lazer (sem que o pescador dependa dela para sua própria subsistência). Nessa modalidade, o principal objetivo não é se alimentar do peixe fisgado, mas, sim, devolver os peixes à água.

Por isso, esse tipo de pesca utiliza de algumas técnicas específicas capazes de manter o peixe vivo após ser fisgado. Também existem competições de pesca esportiva, com foco na captura dos maiores peixes possíveis, incluindo os mais pesados e os mais raros.

Peixe de volta à água

A principal característica da pesca esportiva é devolver o peixe fisgado para a água, exceto nos casos em que a fisgagem tenha machucado o peixe de forma a inviabilizar a sua sobrevivência no seu habitat natural.

Essa devolução, inclusive, deve ser feita o mais rápido possível, para que o peixe não sofra impactos que resultam em sua morte.

Assim, o principal objetivo da pesca esportiva não é a alimentação ou a venda de peixes, mas sim o simples prazer de pescar, lutar contra o peixe e depois soltá-lo em boas condições de saúde, para que o próprio pescador, em outra ocasião, possa vir a capturá-lo novamente.

Tipos de pesca esportiva

Basicamente, existem dois tipos dessa pesca:

  • de espera: realizada com isca natural, sendo mais passiva, esperando que o peixe venha;
  • ativa: realizada com isca artificial, portanto o pescador precisa fazer com que a isca pareça um peixe ou um animal vivo, arremessando-a com a vara e a carretilha ou molinete e fazendo um trabalho de movimento.

Por que a pesca esportiva é importante?

A pesca esportiva tem um caráter de preservação muito importante. Ao devolver o peixe para seu habitat natural, torna-se a pesca um ato esportivo e também ajuda-se a preservar as espécies que vivem naquele ambiente.

Assim, os peixes pescados voltam para a água e podem continuar com suas vidas, reproduzindo e mantendo o ecossistema em equilíbrio. 

Isso é ainda mais importante para aqueles peixes pescados na pesca esportiva e que estão ameaçados de extinção, como a Piracanjuba e o Dourado.

Em água doce, há maiores chances do peixe sobreviver do que na água salgada. Mas a pesca esportiva pode ser realizada nos dois ambientes.

Desenvolvimento sustentável

Mais do que um esporte, a pesca esportiva pode ser encarada como uma forma de desenvolvimento sustentável. Isso porque transforma a maneira de encararmos os peixes e todo o ecossistema, entendendo que os recursos são finitos e que precisamos cuidar para que as próximas gerações também tenham acesso a eles.

Todos são beneficiados com a pesca esportiva:

  • as comunidades ribeirinhas podem trabalhar com o turismo de pesca nas regiões onde vivem, como guias de pesca esportiva, guias de turismo, produção de iscas naturais, entre outros;
  • a indústria da pesca esportiva é incentivada, com o turismo de pesca, insumos, náutica, motores e barcos de pesca, vestuário, entre outros;
  • os povos indígenas podem realizar projetos turísticos para a pesca esportiva em suas áreas, gerando renda para as aldeias e ajudando a manter as culturas e as tradições dos locais;
  • os peixes conseguem se reproduzir e manter o equilíbrio de todo o ecossistema dos rios, lagos ou mares, garantindo uma fauna saudável e um equilíbrio ambiental, protegendo a natureza.

Como fazer pesca esportiva?

Para garantir que o peixe realmente sobreviverá ao processo de pesca, é importante seguir alguns cuidados básicos. Veja quais são eles.

Equipamentos

É muito importante usar apenas equipamentos de pesca esportiva, com anzóis e iscas que não sejam capazes de ferir o peixe. Os anzóis, especificamente, devem ser sem farpa ou com farpa amassada e a linha deve ser de um comprimento um pouco maior do que a recomendada, para que a luta dure menos tempo e canse menos o animal.

As iscas mais usadas são as artificiais, porque os peixes fisgados com elas têm maiores chances de sobrevivência do que os fisgados com iscas naturais.

Entre as opções preferidas dos pescadores estão o tipo Spinner (simula um crustáceo se debatendo ou fugindo), Twitch Bait (isca de superfície), Buzz Bait (produz um zumbido na água) e Rattlin (isca de profundidade). A escolha dependerá do seu objetivo no dia da pesca.

Em relação às varas, para quem está começando, o ideal são os modelos com 1,90m a 2,10m de comprimento, com molinete simples. As varas telescópicas ou as de bambu conseguem suportar peixes de até 15 kg. Para quem já pratica há mais tempo, as varas preferidas são as de grafite e carbono, que são leves, eficientes e resistentes.

Além de todos esses cuidados, não se esqueça de escolher corretamente o barco para pescaria esportiva, que deve ser adequado ao tipo de pesca que você irá realizar e às águas onde irá navegar.

Manuseio

O manuseio correto é muito importante para que o peixe sobreviva. O ideal é manusear o peixe o maior tempo possível dentro da água e, quando for manusear o peixe fora da água, sempre manter as mãos molhadas. Isso porque, a mão seca retira o muco que protege o peixe, diminuindo as chances de ele sobreviver neste ambiente hostil.

Quando for retirar o anzol, use um alicate de bico. Caso o anzol esteja muito profundo, corte a linha e deixe o anzol dentro do peixe.

Para pescas em profundidades maiores que 30 pés (9,14 metros), puxe o peixe devagar, para que ele se adeque à pressão de água.

Seja rápido na hora de tirar o peixe para pesar, medir e fotografar.

Licença

Para praticar pesca esportiva, obrigatoriamente, o pescador precisa ter licença de pesca esportiva, solicitada no Ministério da Agricultura. A licença é válida em todo o país. Homens aposentados maiores de 65 anos e mulheres aposentadas maiores de 60 anos estão liberadas do pagamento de taxa.

E, então, já sabe tudo sobre pesca esportiva? Cadastre-se na nossa newsletter e receba mais conteúdos interessantes como este direto no seu e-mail!

Posts relacionados

Deixe um comentário