fly fishing fly fishing

Fly Fishing: como pescar e qual é a melhor vara?

7 minutos para ler

Fly fishing, ou pesca com mosca, é uma das mais antigas formas de pesca do mundo – e uma das mais artísticas. Desde o século II há notícias do uso dessa técnica, embora suas origens sejam desconhecidas.

Se você está pensando em começar a praticar fly fishing, ou deseja saber mais sobre a modalidade, continue lendo este artigo e veja quantas informações bacanas nós separamos!

O que é fly fishing?

Fly Fishing, ou pesca com mosca, é uma técnica de pescaria na qual a isca (muitas vezes semelhante a uma mosca) é lançada no topo da água, de modo que os peixes pensem que ela é um inseto ou um outro invertebrado pousado na água ou um pouco abaixo da superfície da água.

Essa é uma técnica que contrasta bastante com os métodos tradicionais de pescaria, nos quais a isca fica abaixo da água. Com o fly fishing, o pescador precisa se concentrar na sua técnica e também contar com equipamentos específicos.

Quais os principais equipamentos para fly fishing?

Como a técnica é diferente dos métodos tradicionais de pescaria, acaba necessitando, também, de equipamentos específicos. Vamos ver em detalhes os principais.

Linhas

Para realizar o lançamento perfeito, é fundamental usar uma linha de pesca especial que é um pouco mais espessa e pesada do que as linhas monofilamento ou multifilamento convencionais.

A linha mais usada no fly fishing é a cônica que tem uma das extremidades um pouco mais grossa e mais pesada que a outra, tornando mais simples o arremesso. Essa linha é chamada de Weight Foward ou apenas WF. Também pode-se usar a linha Double Taper (DT) com diâmetro contínuo e ambas extremidades finas.

Uma informação importante é que as linhas de fly contam com densidades distintas, com opções de linhas flutuantes (F), afundantes (S) e intermediárias (I), que afundam lentamente. A mais popular e versátil é a WF-F, sendo a ideal para quem está começando.

Leader e Tippet

Geralmente, a linha principal de Fly é mais espessa – e existem modelos coloridos. Como o pescador não deseja espantar os peixes com a cor e o diâmetro mais pronunciado, pode usar um líder (Leader) à frente da linha. Ele pode ser de nylon ou fluorocarbon, com tamanho em torno dos 9 pés.

O Leader comprado pronto tem um formato cônico. Você também pode montar o seu usando diferentes diâmetros de linhas.

O Tippet é a ponta do líder usada para atar as moscas. Ela é cortada e atada repetidamente sempre que a isca é trocada e pode ser substituída quando você achar necessário. Em geral, é vendido em carretéis de 30 metros. Leader e Tippet são apresentados em medidas de 0X a 8X.

Carretilhas

A carretilha na pesca fly não é um equipamento extremamente importante, sendo usada principalmente para armazenar a linha principal e o backing e para frear a linha em batalhas com peixes grandes, além de equilibrar o conjunto vara-linha-carretilha, proporcionando mais conforto na pescaria.

Assim, opte por uma carretilha com bom freio e carretel longo para peixes como Surubi, Tambaqui e Bonefish. Para pescarias em água salgada, opte por carretilhas de alumínio com freio selado.

Iscas

Todas as iscas de fly são chamadas de moscas, mesmo que elas não lembrem a aparência desse inseto. Podem ser:

  • Divers, poppers e hair bugs, que são as moscas de superfície com ação provocante;
  • Secas, que são as moscas que flutuam e imitam frutos ou insetos;
  • Ninfas e Wet, têm ação meia água ou fundo e imitam insetos nas diferentes fases de vida;
  • Streamers, imitam crustáceos e pequenos peixes forrageiros;
  • Saltwater, moscas para pesca em água salgada;
  • Terrestriais, alimentos que vêm da terra, como besouros, minhocas, gafanhotos ou ratos.

Qual a melhor vara de fly fishing?

As varas de fly fishing são diferentes das usadas em pescarias tradicionais. Elas têm um tamanho entre 6 pés (1,80m) a mais de 15 pés (acima de 4,50m). São varas finas e flexíveis, com carretilha fixa na extremidade do cabo.

Podem ser inteiriças ou com até 8 partes, facilitando o transporte. Hoje, as varas de 9 pés (2,74m) e 4 partes são as mais desejadas pelos adeptos da modalidade. Existem, ainda, as varas de duas mãos, chamadas Spey ou Switch Rods, que necessitam de uma técnica diferente para o arremesso.

Além disso, as varas de fly têm uma numeração específica que depende do tamanho do peixe que será pescado. Ele é mostrado a partir da combinação de # com um número, indo de #0 (mais leve) até #16 (mais pesada).

As varas ultraleves (#0 e #1) são para peixes pequenos. As leves (#1 a #4) para peixes médios como lambaris, tilápias e sardinhas. As médias (#5 a #7) para peixes médios, como pacus, traíras, robalos e tucunarés menores. As pesadas (#8 a #10) para peixes maiores como tucunarés amazônicos, cachorras e dourados grandes. As superpesadas (#11 a #13) para peixes fortes e violentos como xéreus, sernambiquaras e tarpons. E as específicas (#14 e #15) para peixes de bico.

Assim, a melhor vara de fly é aquela que está de acordo com o tipo de pescaria que você fará.

Como pescar com vara de fly?

Uma dica importante para pescar com vara de fly é em relação à escolha do local de pescaria. Como as varas são mais flexíveis, é importante não escolher um lugar com condições muito difíceis, porque as águas com muito movimento podem quebrar a vara. Então, prefira locais com águas sossegadas, como rios e mangues.

Quem desejar, também poderá pescar no mar, desde que o local tenha ondas mais calmas. Sempre confira as condições do tempo antes de sair para pescar e identifique os locais onde os peixes estão.

Arremesso

O arremesso é um ponto importantíssimo na pesca de fly. O ideal é lançar a isca com bastante linha, como um chicote. Considere o vento para acertar no local desejado. Após lançar a isca, deixe-a com movimentos naturais. Aguarde até o peixe ser capturado, com balanços leves na superfície. Paciência é indispensável.

Quando começar a pescar com fly, concentre seu esforço em colocar a isca em um ponto imaginário a poucos metros. Faça isso em várias pescarias e, com o tempo, estará colocando a isca onde bem desejar.

Para fazer um arremesso perfeito, o primeiro movimento deve ser o de levantar a vara, depois posicionar o braço em L e deixar o equipamento na altura da orelha. Quando for lançar a linha, execute o arco de forma correta, para não quebrar o loop.

Além de todas essas dicas, se for pescar embarcado, não se esqueça de optar por um barco de pesca adequado ao fly fishing. Algumas sugestões são: lancha de fibra Fly Fish 190 com motor de popa Yamaha 90HP 4 tempos, lancha de fibra Fly Fish 190 e lancha de fibra Fly Fish 190 com motor de popa Yamaha 115HP 4 tempos.

Gostou de saber mais sobre Fly Fishing? Encontre as melhores embarcações na Moto Oeste!

Posts relacionados

Deixe um comentário